segunda-feira, 13 de julho de 2009

A Parábola


Rejuvenesço prazeres
Pra vigorar a estranheza
Incito temores verdadeiros

Envelheço pudores
Pra violar a sutileza
Instigo rumores sorrateiros

Pelo ar da paisagem
Permito aspirar tentações subtendidas

Pelo andar da carruagem
Perigo acordar situações adormecidas

(Cris de Souza)

13 comentários:

Mateus Araujo disse...

A cautela é importante para que não hajam pudores da contrição. E os prazeres serem com a sutileza de um coração leviano. Prazer absoluto é o apogeu dos sentimentos verdadeiros. És ótima nas expressões Cris!
Tá tudo lindo!
BEJUL♥

Cuca disse...

salve, salve...
és absoluta !

Cuca disse...

(Me deixas boquiaberta)

Bubaloo disse...

Maravilhosamente nãoseidizeroquê.
Você simplesmente me deixou atônita com tantas jóias em forma de palavras, arte, artimanhas, artesã, arte sã, mulher, belaDonaDaPoesia.

Bjs Flor.

REGGINA MOON disse...

Cris,

É muito bom acordar situações adormecidas...em certos casos elas nos fazem voltar a viver...

Um grande beijo!!

Adoro-te!!

Reggina Moon

Machado de Carlos disse...

Fantástico! Incrível!

Úrsula Avner disse...

Lindo e profundo Cris. Sua poesia encanta ! Bjs.

**lugullar** disse...

pelo ar da passagem
vigora a estranheza
permitindo, sem pudores
aspirar sorrateiros prazeres
despertando situações
adormecendo serena
rejuvenescendo-se inteira

Lilian disse...

Me identifiquei pra variar,vc fala por mim. *o*
Sou tua fã e tenho dito. ;D

Paulo Vitor Cruz disse...

envelhecer pudores...

tô pensando nisso aqui...mto bom, señorita...

besos.

Mateus Araujo disse...

Cris sinto sua ausência.
Dá uma passadinha lá
beijoo♥

Regina disse...

Acordar situações adormecidas...



Sabe mesmo tocar as pessoas!

Adorei! beijoo!

Pedro Aruvai disse...

acordamos, e viajamos nos seus belos versos.

bjssss