quinta-feira, 5 de novembro de 2009

Azáfama

Na direção dos pássaros
O caminho se faz descalço

Na dimensão dos pássaros
O ninho se faz encalço

O rugido das asas
É que alça a lealdade que alheia

O sentido das asas
É que calça a liberdade que anseia

(Cris de Souza)

15 comentários:

DJ Anael disse...

ais interessante do que mais verdade se tece!
linda rima de constituição idealizadora!

bjos

Monique Rosa, rosa rosa disse...

Eu vou morrer no sentido dessas asas.
Eu vou morrer por culpa delas...
Que vontade de dizer palavra feia!

Lili disse...

Minhas asas foram cortadas...quero voltar a voar!!!!

Bjs CrisLinda

Heitor Bergmann disse...

Lili
antes que as cortem, voamos mais alto ainda, onde o tipo não nos alcança, o vôo raso é só com quem se confia, vôo alto e acompanhado é pra vida toda.

voar se aprende sozinho, voltar a voar também.

pela espécie, o companheiro pro vôo da vida toda se conhece no céu.

(só não se pode cobrar... cobrança é pra terráqueos, aprendi com uma tal de cris rs)

Machado de Carlos disse...

Anseio asas sem sentidos
em tuas cores o rugido
- Estamos na mesma dimensão?
Tropeço, caio nos espinhos
eles estão no mesmo caminho,
Fujo em tuas asas, doce pássaro!

Pedro Aruvai disse...

Realmente, linda! Voce é ótima!

beijos poéticos!

Úrsula Avner disse...

Belo Cris ! Sua intimidade com as palavas e capacidade de ajustá-las , combiná-las, rimá-las, é notória e admirável. A metáfora do voo, das asas, do pássaro que expressa a almajada liberdade, está mesmo fortemente presente na na poesia feminina. A imagem é linda ! Bj com carinho.

Nádia disse...

Como alguém já comentou, a imagem é marcante.

Sim, sim, sim... quero levantar vôo também e me esconder nessas nuvens.

Esconde, aprontar, lambuzar.


Beijo !! Divina e maravilhosa.

Paulo Vitor Cruz disse...

veja só, cris de souza também é cultura... (eu nem sabia o q era 'azáfama')... risas...

*saudades de vc...

abs.

Amannda Dantas disse...

aiai, a liberdade. tenho asas.mesmo que sejam de papelão. Bravo Narizinho. Bravo! amo vc. beijo!

Tatá R. da S. disse...

"O sentido das asas
É que calça a liberdade que anseia."

Captou bem o espírito do vôo.
Lindo!

Patrícia Lara disse...

Olá, Cris!

Navegando pela blogosfera encontrei o seu porto. QUE ACHADO!

ADREI o seu espaço. Menina, vc escreve demais! Gostei muito da maneira como vc trabalha a linguagem, as metáforas e coloca tudo isso junto a muito sentimento... combinação perfeita!

Parabéns mesmo!
Me adicionei para não perder o caminho de volta. rs

Uma linda semana pra vc!
Patrícia Lara

Marisa Vieira disse...

Amiga, que lindo!
Belo voo de palvras nas asas do vento, pensamento voa longe...

beijo da Mariluz*

Cuca disse...

Teus cantares são telúricos!
Minha poestisa favorita*

Fabio Rocha disse...

Belo belo