segunda-feira, 2 de novembro de 2009

Sei que aflora


Sei que é tristeza
Enquanto chove
A flor troveja

Sei que é tristeza
Enquanto chove
A flor lacrimeja

Pétalas cinzas
Alagam as perdas
Na matiz do redemoinho

Pétalas findas
Amargam as seivas
Na raiz do espinho

(Cris de Souza)

20 comentários:

Tatá R. da S. disse...

Poemas regados de tristeza são um sopro de desabafo, até sobra beleza.

Lindo demais, é fácil ver a dor, e a cena.
Beijos. Te amo.

Lilian disse...

Tanto,tanto sentimento.
Divino...
SAudades desse trem.
Beijos.

Anônimo disse...

A tristeza e a dor fazem parte da vida.
As lágrimas só caem dos olhos de quem tem alma!
Cris, lendo seu poema, cheguei a enxergar a cor da dor. Perfeito!!! Bjs linda

Lili disse...

A tristeza e a dor fazem parte da vida.
As lágrimas só caem dos olhos de quem tem alma!
Cris, lendo seu poema, cheguei a enxergar a cor da dor. Perfeito!!! Bjs linda

Nádia disse...

Mergulhos na tristeza podem resultar em grandes descobertas...

Quem não sabe disso, bom sujeito não é !



Divina criação, como sempre .
Beijo !

Machado de Carlos disse...

Relógio
Ponteiro
Tic, Tac, tic, Tac...
Solidão
Tristeza
Gota
Orvalho
Lágrimas
Terra
Lápide
Foto
Tempo
Flores
Lírios

doka disse...

Não havia espaço para o medo. *Entorpecida pela coragem*, ela estava triste e da tristeza fez-se a noite e da noite as estrelas.
Sempre temos um motivo para tristeza.
O que vai ser feito da Alegria?
Oh sei lá eu, que morro de tristeza no coração.
Beijoka te amo CRIS

Heitor Bergmann disse...

também sei
a chuva vem pra regar o jardim
e aparecem borboletas e abelhas.. que ampliam o território florido
se não chovesse, as plantas morreriam...

schetini disse...

Com
uma
rosa
e
uma
memória
faz-se
o
desfecho

DJ Anael disse...

O quão triste parece ser o que se esvai e nada se tem...

Úrsula Avner disse...

Oi Cris, versos belos e harmoniosos, numa melodia lírica deliciosa de se ouvir , ver e sentir. Bj com carinho.

Paulo Vitor Cruz disse...

flores trovejantes me fazem pensar em apocalipse... li 300 vezes aqui e em todas elas eu n fui capaz de pensar em outra coisa...: apocalipse... risas...

*perdoe a loucura dessas palavras...

hasta la vista.

Guta :) disse...

tanta ARTE nesta DOR... que até doí de ler...

sublime...

Beijo

seu gordo disse...

eita coraçao apertado ! beijo do gordo otima semana cheia de paz

Mateus Araujo disse...

É muita profundidade mesmo...
pasmei. *_*

Quando chego aqui em seu espaço, sinto um ar de mulher século XXI...
Personalidade forte.
Gosto diissso
XD

De-me o ar florido de sua presença...
Beijooo ♥

Monique Rosa, rosa rosa disse...

"Amargam as seivas
Na raiz do espinho"
Todo dia o amo e sempre é mais espinho que conforto.
Quando eu acordo... assim que acordo eu primeiro lembro que caí de amores, depois abro os olhos, escovo os dentes, etc..
Eu sei que aflora e é horrível...

Marisa Vieira disse...

Cris, vou ilustrar seu poema com outro lindo de um querido Poeta:

agora é tanto
que tudo é pouco
para dizer o quanto

L.F.Prôa

beijos

Cuca disse...

Sei que me emocionas, como ninguém.
Filha da culta!

Ulisses Reis disse...

Mesmo a tristeza faz parte da maravilhosa vida e voce a vive com muita intensidade, isso é otimo, bjs !!!

Anônimo disse...

FRACO!
( direito de expressão e opinião)





Amanda.