quinta-feira, 5 de fevereiro de 2009

Poema Cris-talino


Cris e etc.
Cris-tal
Me é tão clara
A poetisa

Mais que o Nirvana
E que o Tao
A gema clara
Cris-tal

Crises e eu
(Cris no plural)
Me é tão rara
A divisa

Mais que o bem
E que o mal
Um poema para
Cris-tal.

(Rodrigo Mesquita)

3 comentários:

Rodrigo Mesquita disse...

Adorei. Deve ter sido feito por uma pessoa genial!

Regina disse...

Queria ser assim ...como essas pessoas geniais ,que conseguem embaralhar as letras e desenhar as pessoas, sem nenhum borrão.

anareis disse...

Estou fazendo uma campanha de doações para criar uma minibiblioteca comunitaria na minha comunidade carente aqui no Rio de Janeiro,preciso da ajuda de todos.Doações no Banco do Brasil agencia 3082-1 conta 9.799-3 Que DEUS abençõe todos nos.Meu e-mail asilvareis10@gmail.com