domingo, 8 de fevereiro de 2009

Só comigo


Então vem voar com comigo, amor !
Traz teu riso étereo, traz tua face...
Traz tua alma de pincel vibrante
Traz a mim o cântaro do teu horizonte
Encher as rimas nas cores da tua grandeza
Banhar-me na tinta que aflora
Em tua correnteza

Então vem voar comigo, amor!
Deixa tua vida, deixa tua carne...
Deixa eu ver a tua semente diamante
Deixa eu usar os teus brilhantes
Encher os versos de minha poesia oca
Iluminar-me no sol que mora
No céu da tua boca

(Cris de Souza & Ian Salvador)

4 comentários:

Telles disse...

Um relato de desejo de uma intensidade reflexiva e admirável.
Ñ se poderia esperar menos dessa rainha minha!

Anônimo disse...

Puuts

esse dueto sem sombra de dúvidas é um dos melhores que ví aqui

tem a sonoridade perfeita
e o desejo se ativa ao ler

Lindo!

André ulle

Lucas de Oliveira disse...

faz levitar...

Machado de Carlos disse...

Voar é maravilhoso! Vivemos em outro mundo!