quinta-feira, 23 de abril de 2009

Das quimeras


Olhar se alarga
Penetra reinos
Aurora fantasia

Olhar se deflagra
Soletra anseios
Vigora travessia

Tablado das dormências
Ajeito passo pra te acordar

Principado das querências
Estreito laço pra te sonhar

(Cris de Souza)

12 comentários:

Cuca disse...

Maga!!!

DJ Anael disse...

Aos largos ânimos dou ênfase!

Lucas de Oliveira disse...

uma graça.

Paulo Vitor Cruz disse...

das quimeras q encontro, eu retiro a vida...independentemente da sobrevivência...

*precisamos teclar, chica...

abs.

Tatá R. da S. disse...

Romanticamente belo!
Delicado e sensível! =)

Saudade mamis!

Machado de Carlos disse...

Gosto dos sonhos. Quando sonhamos tudo parece real, aí me lembro do termo filosófico: tudo o que vemos não existe, mas tudo o que não vemos existe.
Obrigado pelo envio de sua energia. Vivemos à busca da energia que fortalece nosso alma.

Moisés Augusto Gonçalves disse...

Gostei muito do seu blog.Eleva...

José Pedro da Silva disse...

cada vez melhor!
quase paixão! rsss

Éter Na Mente disse...

Cada dia vc se supera.

Seus poemas são incrivelmente apaixonantes.

É sempre um prazer visitá-la.

Abraços fraternais

Lilian disse...

Me arrancou suspiros...
Lindo !

Gery Elder disse...

Indubitavélmente incognitivo!

rai2007 disse...

O olhar se alarga. Vê universos da poesia de Cris.